3 de mai de 2007

Ubuntu como CD de recuperação

Hoje pela manhã eu pensei comigo mesmo: o Ubuntu seria um ótimo Cd de recuperação, se não fossem duas coisinhas.

Curiosamente, um pouco mais tarde, olhando meus feeds RSS, achei este artigo, falando justamente do uso de um CD do Feisty pra recuperar uma instalação do Gentoo Linux.

Mas a minha idéia era ir mais longe: na minha opinião, o Ubuntu deveria suportar, nativamente, partições NTFS tanto para escrita como gravação; e, ainda, deveria ser fácil ejetar aquele CD do drive, para colocar um outro e fazer backup de alguma coisa importante, se necessário.

Até lá, e como ainda uso dual boot, meu CD do BartPE vai ficar ali, guardadinho.

Um comentário:

Rafael Schouery disse...

Olá,
Realmente seria uma boa se ele escrevesse em NTFS.
Que bom que gostou do post.